Artigos
Diet, light e zero
Comendo e emagrecendo
Alimentação no Inverno
Por que o Ferro é tão importante?
A Naturopatia e o sistema imunológico
Intolerância à lactose
Cuidado com o que come!
Transtornos Alimentares
Bolo com menos calorias
O que é o colesterol?
Physalis: que fruta é essa?
Cogumelos fazem bem à saúde?
Pimenta faz mal a saúde?
Os 10 mais em vitaminas e minerais

Bicho da Rua

Pimenta faz mal a saúde?

Autor: Patricia Galvão Maurano

Pimenta faz mal a saúde?

 
Foram criados muitos mitos sobre as pimentas dizendo que elas faziam mal a saúde,
principalmente que elas eram responsáveis por gastrites, úlceras, hemorróidas entre outros
males. Esse é um assunto delicado e que divide opiniões. A única certeza que se tem é que
pessoas que já possuam algumas doenças no sistema digestivo devam evitar a pimenta, pois
ela pode agredir ainda mais as mucosas.


Mas já foi comprovado em vários estudos que as pimentas possuem propriedades que
são benéficas para a saúde, pois tem uma substância chamada capsaicina que é rica em
vitamina A (combate radicais livres, formação dos ossos e pele, funções da retina), B1 (atua no
metabolismo energético dos açúcares), vitamina B2 (atua no metabolismo de enzimas,
proteção no sistema nervoso), vitamina C (atua no fortalecimento de sistema imunológico,
combate radicais livres e aumenta a absorção do ferro pelo intestino), vitamina E
(antioxidante) e vitamina PP (também conhecida como niacina, é responsável pela
manutenção da pele, proteção do fígado, regulação da taxa de colesterol no sangue), além de
possuir propriedades analgésicas e energéticas, favorece a redução de coágulos no sangue
(devido à função vasodilatadora), estimula a produção de endorfina no cérebro (sensação de
bem estar), é antioxidante, antiinflamatório e anticancerígeno. Outras funções desse alimento
é que são bactericidas podendo proteger o sistema digestivo, combate tensões musculares e
ajudar no tratamento de reumatismos articulares. Alguns estudos recentes garantem que
pode ser utilizada no tratamento da obesidade porque reduz a vontade de comer devido à
indução da termogênese (efeito de transformar parte das calorias dos alimentos em calor).

Temos que lembrar que esses benefícios estão presentes nas pimentas vermelhas e
outras (ex: tabasco, habanero, jalapeño, etc.) que são frutos de árvores do gênero Capsicum.
Na pimenta do reino (preta ou branca) elas possuem piperina, que ainda não possui nenhum
estudo comprovando seu benefício.

A pimenta traz sim benefícios à saúde, mas como todo alimento funcional deve ser
ingerido com cautela e moderadamente, estudando todo histórico de saúde do paciente. Por
isso procure sempre um médico e/ou nutricionista para maiores esclarecimentos.

Curiosidades:

* As principais responsáveis pela ardência da pimenta são as sementes e a placenta, no
interior da planta. Caso queira que fique menos picante, utilize somente a casca.
* Quando comemos um prato muito ardido, a primeira coisa que fazemos é tomar um copo
d'água. É errado. Pode não parecer, mas a água acentua a sensação de ardência. O melhor são
os derivados do leite, porque possui caseína, uma substância que retira a capsaicina dos
receptores nervosos localizados na boca. Por isso, alguns pratos da culinária indiana são
acompanhados de molho de iogurte.
* Cada espécie de pimenta tem um grau de ardência, que é medido de forma simplificada
numa escala de 0 a 10. A Marupi, encontrada na Amazônia, é uma das mais ardidas entre as
nativas do Brasil, atingindo o grau nove na escala. A pimenta mais ardida do mundo é a Red
Savina Habanero que atingiu o grau +10 na escala!!


Patricia Galvão Maurano
Nutricionista
CRN 3 – 18.163/P
Autor: Patricia Galvão Maurano
E-mail: patricia_maurano@hotmail.com


Gostou? Clique no +1

Beleza | Atividade Física | Gestantes | Incontinência Urinária | Maturidade | Nutrição | Psicologia | Saúde

mulhersaudavel.com.br
Saúde e Beleza - incontinencia urinaria, fisioterapia, tratamento, gestante, exercicios
Pimenta faz mal a saúde, mulher
contato@mulhersaudavel.com.br

Hospedado por Oxyhost