Artigos
Drenagem Linfática para Gestantes
Estreptococo na gestação
Perda de peso pós-gravidez
Desconfortos comuns na gestação
Cartilha orienta gestantes
A Importância do Pré-Natal
Aborto e aborto habitual
Slings para carregar bebês
Fisioterapia no trabalho de parto
Ultra-sonografia na gestação
A Importância do Pré-Natal
IMC e peso na gravidez
Shantala, massagem indiana milenar para seu bebê
Treinamento do assoalho pélvico pós-parto
A maternidade depois dos 35 anos
Atividade física na gestação
Varizes e inchaço na gestação
Lombalgia na Gestação – Dá para evitar?
Cuidando dos dentes na gravidez
Alterações endócrinas na gestação
Exercícios Respiratórios
Depressão Pós-Parto

Bicho da Rua

Mioma Uterino

Autor: Dra. Tânia Schupp

Mioma uterino, também conhecido como leiomioma ou fibroma...

Mioma Uterino - Saiba mais sobre esse problema que acomete muitas mulheres

Mioma uterino, também conhecido como leiomioma ou fibroma, é tumor benigno, normalmente de evolução lenta que se desenvolve no miométrio do útero.

O mioma ocorre mais freqüentemente em mulheres da raça negra, sem filhos e com antecedente familiar. Pode acometer até 50% das mulheres.

Os miomas crescem por influência dos hormônios femininos, portanto quando a mulher entra na menopausa, a tendência dos miomas é regredir de tamanho. Por outro lado, durante a gestação, quando a mulher tem um aumento significativo de hormônios circulantes, o mioma pode crescer em tamanho.

A maior parte das pacientes permanece assintomática, sendo os miomas achados de exame ginecológico ou ultra-sonográfico. Quando o mioma provoca sintomas, os mais comuns são: sangramento, cólicas menstruais, dor ou sensação de peso pélvico, aumento do volume abdominal, sintomas urinários, infertilidade ou abortamento habitual.

O diagnóstico do mioma é feito normalmente pela ultra-sonografia.

Em pacientes assintomáticas, a conduta nestes casos é apenas o seguimento clínico, com exames de ultra-sonografia semestrais ou anuais. O tratamento medicamentoso é necessário nos casos em que o mioma provoca sangramento menstrual aumentado, sendo este paliativo, já que só vai ocorrer resolução do problema com a retirada do mioma, ou quando a paciente entrar na menopausa.

Dos tratamentos cirúrgicos, existe a miomectomia, que é a retirada somente do mioma, preservando o útero, e mantendo o futuro reprodutivo da paciente; a histerectomia, em que o útero é retirado, junto com os miomas.

Outro tratamento possível é a embolização das artérias uterinas, que diminui o aporte sangüíneo para os miomas, fazendo com que eles diminuam de tamanho em até 85%, mas este tratamento é contra-indicado em pacientes que desejam engravidar, por diminuir a irrigação dos ovários.
Autora: Dra. Tânia Schupp
Médica ginecologista e obstetra
Doutorado pela Faculdade de Medicina da USP
www.schupp.com.br
Autor: Dra. Tânia Schupp
E-mail: tania@schupp.com.br


Gostou? Clique no +1

Beleza | Atividade Física | Gestantes | Incontinência Urinária | Maturidade | Nutrição | Psicologia | Saúde

mulhersaudavel.com.br
Saúde e Beleza - incontinencia urinaria, fisioterapia, tratamento, gestante, exercicios
Mioma uterino, também conhecido como leiomioma ou fibroma, mulher, uterino, conhecido, leiomioma, fibroma
contato@mulhersaudavel.com.br

Hospedado por Oxyhost